..:: ESTACAS METÁLICAS ::..

Atualmente no Brasil as Estacas Metálicas são constituídas por peças de aço laminado ou soldado, tais como perfis I e H, tubos e trilhos, estes últimos geralmente reaproveitados após uso em linhas férreas, desde que não tenham uma redução de peso superior a 20% do valor teórico ( neste caso a carga máxima estrutura deve sofrer uma redução de 20% a 30%). Tanto os perfis quanto os trilhos podem ser empregados nas estacas como peças simples ou peças compostas, associando vários elementos.

As emendas dasEstacas metálicas são feitas por solda com utilização de talas também soldadas. Os eletrodos normalmente usados são os do tipo OK 46 e OK 48. Quanto à ligação da estaca metálica com o bloco de coroamento, quando trabalha a compressão, a ligação mais eficiente consiste em embutir-se 20cm da estaca no bloco e colocar-se uma armadura de fretagem em forma de espiral posicionada por cima da armadura de flexão do bloco. Por sua vez, quando trabalha à tração, recomenda-se soldar na estaca uma armadura, que será incorporada ao bloco de modo a transmitir a solicitação correspondente por aderência ao concreto.

CARACTERÍSTICA

• As Estacas Metálicas são indicadas para solos residuais, onde a profundidade não é constante, o que na utilização de estacas pré moldadas, pode se gerar perdas por quebras de estacas, em solos que existe a necessidade de ultrapassar grandes camadas de argila ou pedregulho e em locais com camadas de solos moles, onde é possível a diminuição da seção da estaca.

• As Estacas Metálicas podem ser cravadas por meio de prensagem, vibração ou percussão. O método de prensagem é utilizado em obras que é necessário evitar vibrações, o método de vibração é feito utilizando-se um martelo dotado de garra para a fixação da estaca e por fim o método de percussão que utilizam-se pilões de queda livre, é instalado no topo da estaca peças de cepo e coxim nos bate estacas para amortizar os golpes e tensões.

SEQUENCIA EXECUTIVA

O procedimento executivo das estacas metálicas segue as linhas gerais das estacas pré-moldadas de concreto, tendo-se que tomar cuidado com o prumo (verticalidade da estaca) para início de cravação e posteriormente conferindo-se esta verticalidade tantas vezes quanto forem necessárias durante sua cravação, principalmente ao realizar emendas na estaca. Para perfis/trilhos compostos, sua composição é feita a priori da cravação e para profundidades maiores que os elementos ou no caso de reforço de fundações a emenda soldada deverá ser feita de topo e é obrigatório e imprescindível o reforço desta junta através de talas metálicas para garantir a continuidade e não acarretar problemas futuros nas cravações.



VANTAGENS

• Processo de cravação é fácil e rápido e o transporte é favorável pois as peças são leves e possuem comprimento padrão.
• Alta eficiência de cravação em solos de difícil penetração.
• Menor peso em relação a outros tipos de estacas.
• Redução de perda, comparada à estaca pré moldada de concreto que correm o risco de quebrar no momento da cravação.
• Podem ser cravadas sem riscos de perda em solos de profundidade inconstantes.
• Inexistência de vibração no momento da cravação quando por meio de percussão.